quinta-feira, 19 de abril de 2007

crônica de um post anunciado

Ok... vou falar do que todos querem saber: A FANTASIA!!!

Aviso desde já que este é um post fadado ao fracasso e ao insucesso.

Primeiro porque não, não tenho fotos. A imagem da lulu ficará como a de deus: etérea e sem forma ( hihihihihihi...).
Cada um imagina como quer.

Depois, porque falei tanto sobre a tal da fantasia, anunciei tanto, sofri tanto que qualquer resultado que seja será menor que o esperado. ..

Mas enfim... para todos que torceram por mim mandaram sugestões, pensaram e sofreram juntos... aqui vai o relato da lulu se fantasiando:

SOBRE A FANTASIA:

Sobre a fantasia fiz o que sempre faço quando algo me angustia e me dá nervoso e aflição. Fiquei angustiada, nervosa e aflita. Pensando, pensando, pensando, sem fazer absolutamente nada de concreto para resolver o problema, decidindo e desdecidindo mil vezes tudo.

E chegou segunda feira, o dia da viagem, e a decisão ainda não havia sido feita. Nem sequer havia arrumado as malas, para ser bem sincera. Fiquei vendo filme de faroeste, para me preparar para a vida fora da civilização. Mas é assim mesmo, tem até uma palavra chique para isso: sou uma procrastinadora crônica.
Deixo sempre para amanhã, mas o amanhã havia chegado...
(tá bom gente, perdoem-me o estilo exagerado/clichê do amanhã que é hoje e tal...
é que eu passei os últimos três dias no acampamento ouvindo Legião Urbana... acho que os alunos me passaram a Síndrome de Renato Russo... contagia, sabe?)

Era segunda-feira, e saí à procura de alguma coisa que pudesse me ajudar. Saí oito da manhã, e sabe o que acontece com as lojas de roupas, brechós e afins em São Paulo às oito da manhã? Nada. Elas estão fechadas. Então ´bora tomar café na padaria, sentar-se ao sol, ler jornal, e esperar as lojitas abrirem.

E lá foram elas, abertas às dez da manhã. Primeira parada: um brechó alternativo, com um mocinho alternativo no balcão. (Tava tocando queen. É claro que, assim que soube de tudo, ele quis que eu me fantasiasse de Fred Mercury. Declinado.)

-Oi!!
-Oi!!
-Eu sou professora.. blá, blá, blá... (sim, contei toda a história da minha vida, tenho essa mania, vou contando...) e aí? cê pode me ajudar?
- Hum... vai na 25 de março! lá tem tudo.
- Moço, presta atenção, a viagem é hoje, daqui a pouco, para falar a verdade, nem morta que eu vou me desabar prá 25 procurar fantasia.
- Hum...

Conversamos, enquanto experimentava uma sainha preta, estava lá mesmo e estava em liquidação... pecado, entrar numa loja em liquidação e nem levar nem uma coisinha.
Enquanto levava a sainha, pretinha bunitinha, rodadinha, chegamos à conclusão que o melhor mesmo era ir de Amy Lee. Podia até ir com a sainha nova.

Provavelmente, vocês leitores meus, nos "inta" e nos "enta", irremediavelmente velhos e gagás, não sabem quem é a Amy Lee. Até semana passada, eu também não sabia. A Amy Lee é a vocalista do Evanescence, um grupo que tá na moda, que faz uma espécie de metal meloso e, ao que me parece, um pouco religioso. Aquelas mulheres que cantam de olhos fechados, berrando com toda a força das estranhas, ao som de um roquinho pseudo-pesado e acompanhamento de violinos e orquestra, para dar uma emoção.
Ela se veste de preto e vermelho, é meio gótica, pelo que pude perceber, ultra comercial mas com pose de alternativa. Sofredora e séria, fica cantando dores de amor e da existência, acho.

Pronto, já tinham sugerido por aqui também, reforçaram a sugestão na escola, tudo parecia fácil. Estava decidida, seria a Amy Lee.


- Bom.. se eu colocar uma saia preta, uma blusa preta, já tô quase lá, né?
- Mais ou menos... - falou o mocinho do brechó. - você precisa de uns acessórios...
- Sei. Fora a 25, num tem outro lugar?
- Você pode ir pra Galeria Ouro Fino, mas o problema vai ser que lá vai ser tudo de verdade.
- e...?
- é meio caro.
- mas.. esse povo tem dinheiro prá comprar roupa?
- tem.


Pronto, era só o que me faltava, além de tudo, ter que gastar meu rico dinheirinho. Mas o tempo era pouco, não queria fazer feio e ´bora prá Rua Augusta, Galeria Ouro Fino, point de descolados.

Lá tem loja só de botas, loja só de acessórios pra maconha, loja só de roupas tipo exército, loja de roupas anos setenta, loja de roupas de couro e latex... até que achei uma loja com cara de gótica. Entrei.

-Oi.
-Oi.
- Eu sou professora e...blá, blá, blá... (sim, contei toda a história da minha vida, tenho essa mania, vou contando... o texto da minha angústia já tava quase decorado). E aí? cê pode me ajudar?
- Sim!! - respondeu-me a moça, de vestido preto, botona, rímel e uma infinidade infinita de lápis preto no olho.
- Obrigada!! - respondi emocionada.

Vamos, lá.
Comecei a passear pela loja, me empolguei, porque me empolgo em lojas. Lojas são sempre empolgantes.
- Ôba, luvas!!!- Uma caixa cheia de luvas, daquelas que os dedos ficam de fora e vão até o cotovelo. Já estava hiper empolgada, e escolhi uma tipo arrastão, branca. - Acho que eu vou levar essa!!
- Não.
- Não?
- Não.
- Puquê? ... (muxoxo)
- Essas luvas estão mais para Madonna. A Amy Lee jamais usaria luvas assim. Ela é séria. Você precisa de luvas de veludo, e botão.
-Mas essas luvas são certinhas, num têm graça, vou me sentir no meio de um romance da Jane Austen...
- Mas são essas que você deve usar. E um crucifixo.
- Mas... eu sou judia, fia!
- E daí?
- É... - recapitulei e rendi-me - e daí? A Madonna também é, ou virou, e usa... Vamos lá!!

Bora comprar um crucifixo tamanho gigante, de strass, lilás. Quinze real, item um da fantasia, cumprido. Já tinha um colar gótico.

- Chapéu!! Posso levar um chapéu?
- Não.
- Ai, ai... - me empolgara, fico bem de chapéu, não parava de experimentar, um atrás do outro...
- Chapéu é mais clubber. - me explicou a mocinha da loja gótica - A Amy Lee é séria, ela se inspira no estilo Vitoriano, ela é circunspecta, triste, romântica. Pode tirar os olhos da meia arrastão também.
- sei... ( já estava desanimando... pôxa!! que graça tem? se fantasiar de gótica e num realizar nem um fetichizinhozinho? ...)
- Tá. - falei, conformada. - Aposto que vou precisar de umas pulseiras com tachinhas e preguinhos.
- Não.
- Não?
- Isso é Emo.
- Sei... (%$$#@$%¨&&¨$#@*&¨&&&*#@@##@ )
- Pega uma gargantilha!!
- Sim, gargantilhas são legais.

Escolhi uma de renda, cinza, de colocar no pescoço, com lacinhos, tipo uma coleira chique. Gótica, ultra vitoriana.

Já tinha o crucifixo, já tinha a gargantilha... faltavam os brincos! Estava sabida já, e fui logo me adiantando:
- Aposto que de caveira num pode!!!
- Isso.
- Caveira é o quê?
- Caveira é punk.
- Tá.


Estava super obediente, aquela mulher havia virado meu guru. Sem jeito, tomei coragem e perguntei...
- Botas? ...
- Botas pode, de amarrar, até o joelho.
- Ôba!! Quanto tá?
- 300 reais.
- Esqueçamos as botas....



Entre o crucifixo, a gargantilha e um brinco vitoriano de usar numa orelha só, cheio de penduricalhos, já havia gasto uns quarenta reais. Já estava de bom tamanho. A moça resolveu me ajudar.

- Olha, assim já tá bom!! Faltava um cabelão, mas você prende o seu e pronto. E faz uma maquiagem assim bem bem bem pálida, ultra pálida, o mais pálida que você conseguir. E rímel e lápis no olho, pode espalhar, `a vontade.
- Tá. Obrigada, viu?
- De nada, qualquer coisa, me liga!!
Sério, ela me deu até o telefone dela. Ganhei uma consultora de moda, incrível, não iria errar. Meus alunos ficariam orgulhosos de mim.



E ficaram. Arrasei na festa, uns alunos da quinta série ficaram meio assustados, mas outros e outras me acharam linda de gótica. Tem uma menina que só quer que eu me vista de gótica agora na vida. Foi uma menina da quinta que me maquiou, toda contente (no dia seguinte tinha lápis preto até nas orelhas)...

Ai, ai...



para quem chegou agora...
Acabei de voltar de um acampamento com os alunos, da quinta a oitava série, do colégio onde leciono. Fomos eu, os professores de educação física e a orientadora educacional. Aqui no blog tenho contado de todos os preparativos, dentre eles, arrumar uma fantasia de ídolos da música.
Um amigo meu perguntou e acho importante responder em público: sim, recebo prá isso.

Enfim... fui, sobrevivi e agora tô contando tudo, aos poucos, mas hoje mesmo já encerro o assunto. ;)
beijinhos a todos.
Lulu Lee Gótica Vitoriana ma non troppo.

22 comentários:

  1. hahahhahaha, amei. comentei no post anterior. k

    ResponderExcluir
  2. ai, lulu, adorei a historinha, os diálogos, tudo! mesmo não gostando nada da amy lee aposto que você ficou linda. e da próxima vez que eu for a sumpaulo quero visitar esas lojinhas todas. se bem que nem sei qualé o meu estilo. aliás, nem sei se tenho um! é tudo muito complicado, tantas informações... inda bem que eu sou só professora e não consultora de moda. =]

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Luluzinha querida,

    Numa coisa você tem toda a razão. Nunca ouvi falar dessa tal de Amy Lee ou mesmo do Evanescence.

    ResponderExcluir
  4. HAHHAHAHAHAHHA, arnaldo! o evanescence tá no brasil! não que eu goste, mas tá dando em tudo quanto é jornal! acho que o show é no próximo fds! k

    ResponderExcluir
  5. Tá vendo o que dá trabalhar com adolescentes...???Mesmo eu trabalhando com adultos agora, conheço essa maluca ai, até ia sugerir pra vc cantar "Lítio" de olhinhos fechados em crise existencial, como ela...ahahhaha
    Beijos, adorei o texto.
    E a fantasia, óbvio.;0)

    ResponderExcluir
  6. Não só está no Brasil como fez show ontem em Porto Alegre e um amigão meu foi e disse que teve orgasmos múltiplos vendo ela cantar. E olha que ele é grunge (aqueles que usam camisa xadrez. Ex: Nirvana).
    Eu não gosto da voz dela, me dá impressão que alguém deu um soco na boca do estômago ela começou a cantar...sei lá..

    Eu já fui gótica, mas só por uns meses aí mudei de cidade e Estado e estado civil e virei hiponga...hehe...paz e amor...

    Janaína.

    ResponderExcluir
  7. agora que você contou é que eu percebo que você deve ficar bem mesmo de gótica...acho que você encontrou sua turma, lulu!
    :)

    ResponderExcluir
  8. Lulu, eu tenho 42 anos. e ouço Evanescence. adoro. a-do-ro. é meu lado gótico, meu lado adolescente, meu lado melódico, meu lado sei lá entende. a-do-ro. :D

    ResponderExcluir
  9. Bom te ver de novo, viva e com saúde. rs...
    Não faço a menor idéia de quem é a sua "ídola", mas o importante é que você arrasou. Parabéns!
    .
    .
    Nem uma fotinhozinha, assim, de ladinho mesmo, que não dê para te reconhecerem??? snif....

    ResponderExcluir
  10. eu tava morrendo de curiosidade sobre a festa!
    vc deve ter ficado linda de Amy Lee, pq mesmo que os góticos agora sejam só mais uma modinha, tenho que admitir que tem umas roupas que eles/elas usam que são lindas..

    Só me decepcionei por não ter foto. O meu cérebro já tá ´todo confuso, pq a cada post eu te imagino de um jeito diferente =D

    ResponderExcluir
  11. K,

    eu já falei que bichinhos de pelúcia são assim bem suspeitos.... rsss.... hihihi. Vambora comprar vestido, beber cerveja, e vc me empresta uma das suas botas, tá?

    Cris,
    De fato, querida, isso de estilos é uma complicação só. Mil detalhes e fronteiras invisíveis. O bom mesmo é que depois a gente cresce. :) O problema é que eles - a garotada - sofrem com tudo isso...
    Um beijão!!
    Lu

    Arnaldo,

    é verdade. ... o grupo tá em tudo quanto é jornal.. hihihihi... mas eu sei que vc se ocupa com causas e coisas bem mais interessantes!! :)


    Vivien,
    jura que ela tem uma música que chama Lítio? é brincadeira, né?

    Janaína,
    também já tive minha época dark. Mas gostava de Smiths, que até hoje acho meio legal!!E nunca dancei com a parede nem frequentei cemitérios.. rsss...
    beijinho,
    Lu.

    Marcia,
    todas nós temos um lado sei lá entende....
    eu me acabo num Roberto Carlos das antigas. Mas se for para ouvir música deprê, de cortar os pulsos, fico com o bom e velho Nick Cave, ou então, Radiohead. :)
    :)
    beeeijooo!
    Lu.

    DIS!!
    pelo visto eu num sou a única que num quer mostrar foto... rsss...;)

    um beijo grande,
    sempre bom te ver por aqui!
    Lu.

    anônimo,
    :)
    de fato, a escolha da fantasia num foi assim totalmente arbitrária, devo confessar... rssss......
    e eu num quero postar foto justamente por isso, porque acho mais divertido imaginar... :)ah, sei lá. :) adorei!

    Muito obrigada a todos,
    beijinhos mil,
    Lu.

    ResponderExcluir
  12. gggraaammm, grraaaammmmm... Não faltou nada, não???

    ResponderExcluir
  13. Lulu, peço licença pra chegar aqui no teu diário. Vi seu comentário lá no Achados (da Clélia) e cheguei até aqui.

    Sou professor como você e trabalho com ensino fundamental e médio.

    Achei bacana o teu texto. Mas fiquei encucado com uma coisa. Legião Urbana e música pra acampamentos é uma combinação fácil e perfeita. Mas não conheço nenhum aluno de ensino fundamental que conheça a banda. Até no médio, é raro... Me esforço pra isso mas...

    Se eu chegasse num acampamento desses de "Renato Russo" ninguém saberia de quem era a minha fantasia.

    Mas do Evanescense, é certo, todos saberiam.

    Valeu, abraço!

    ResponderExcluir
  14. Sandra!
    Num tendi.........
    Sim, dia 28 está chegando! Mas que bacana que vai ser!! :)

    Diego,
    seja bem vindo!!!!!!!
    Sério que seus alunos não conhecem Legião? Num sei se é um acoisa de SP, mas nos dois colégios onde dou aulas, os alunos conhecem e cantam e tal. Tá certo que esse do acampamento é um colégio meio alternativo-cabeça, mas enfim...
    Legal te ver por aqui,
    vamos nos visitar bastante!
    Um abraço,
    Lu.

    ResponderExcluir
  15. Não posso dizer que não gosto do som desse tal Evanescence porque nunca o ouvi. Mas, não sei porque, tenho uma leve sensação que irei odiar. sei lá, uma coisa de sexto sentido me diz isso.

    Sobre renato Russo ou Legião Urmana, vou ser bem sincero. Sempre achei isso tudo muito chato e ouvir o Renato Russo sempre me causou um pouco de náusea. Ficava pensando no Jerry Adriani.

    É! Acho que estou mesmo ficando velho. Ou velhaco!

    ResponderExcluir
  16. Poxa, a escolha foi ótima; você deve ter ficado linda! Pena que não tem foto... :-(
    Lulu, tenho 39 anos, mas confesso que gosto do estilo da Amy e da música do Evanescense; eles têm uns video-clips visualmente lindíssimos!
    E olha que, há 20 anos atrás, eu era "headbanger", curtia apenas "trash metal"...hihihi...

    ResponderExcluir
  17. Arnaldo,
    tenho certeza absoluta de que vc num vai gostar nadica de nada do evanescence!!hihihi :)
    e eu mesma já tive minha fase legião, mas passou, aos 16 anos passou. :)
    Jerry Adriane é ótimo!!
    escuta, quero passear por são paulo cocês!

    beijos,
    Lu.

    Lua!!!
    sempre bom te ver por aqui, querida!
    Pois é, eu acho Evanescence chato, mas enfim... :)
    um beijão,
    Lu.

    ResponderExcluir
  18. deuses! legião? lu, o que é isso? mesmo sendo daqui, eu nunca gostei deles, nunca! e nunca gostei de rock progressivo, fui fiel ao punk rock sempre e sou até hoje. só adicionei coisas ao meu gosto, mas ouço muitas coisas que ouvia aos 16. hohoho... k

    ResponderExcluir
  19. Sério, ninguém conhece. Mas vou fazer uma pesquisa em sala. Descobrir quantos alunos com 13 anos ou menos, conhecem, já ouviram ou sabem cantar uma música da Legião.
    Tenho uns 100 alunos nessa faixa, vai ser fácil elaborar a estatística.

    Depois te mando.

    valeu pelas boas vindas! Abraço!

    ResponderExcluir
  20. Caramba! Deve ter ficado muito boa a caracterização!! Daria dois dedos da minha mão direita para ter visto!!"

    Gostei muito do "esqueçamos as botas". Hahahaha

    k., eu gosto de progressivo! Genesis. Mas acho que é só esse quase-finado-grupo.

    ... Mas será que não têm umas botas mais em conta lá? To precisando de um par para um "novo estilo". hohoho

    ResponderExcluir
  21. I found this site using [url=http://google.com]google.com[/url] And i want to thank you for your work. You have done really very good site. Great work, great site! Thank you!

    Sorry for offtopic

    ResponderExcluir