segunda-feira, 15 de janeiro de 2007

Lulu recebe, parte 2.





Aos leitores aflitos, que já se perguntavam, ansiosos, cadê a lulu? cadê as receitinhas prometidas? O que faço com as berinjelas lá de casa? e assim por diante, devo dizer que o consumo de quantidades indecentes de vinho e champã gera não só dor de cabeça mas também uma certa imobilidade geral e, principalmente, uma incapacidade crônica de concentração e escrita. Mas o dia passou, a dor de cabeça deu um tempo, e aqui vamos nós!!!
:)
A festinha foi ótima, era prá ser uma matinée dominical que começava às seis da tarde e virou quase uma rave que se prolongou até as quatro da manhã, com direito a dança, com trenzinho e tudo. Umas dez pessoas, e uns mil vexames.

Sobre as tais das bolas verdes, à certa altura ocorreu o seguinte diálogo:

- Ai.. adorei isso daqui!!

- É o máximo né? Comprei na feira. Chama saco do padre!

- Saco do padre? (as duas já meio bêbadas, apertando as bolinhas). Hm... daí a opção pelo celibato...

E dos causos e frases eu até contaria, mas devo confessar que não lembro direito de nenhum deles.. sorry, essa repórter se empolgou demais na sua observação participativa.
Vamos, então, às receitas!!

Pimentões queimados:

Muito simples, e fica ótimo. É só pegar os pimentões, colocá-los em cima de uma chapa de ferro, acender o fogo e deixá-los queimar, sem dó nem medo.
Quando eles tiverem bem queimadinhos, por todos os lados, você espera um pouco até que esfriem e com as mãozinhas retira a pele e as sementes de cada um. Aí você corta em tirinhas, joga azeite por cima, um pouco de sal, pimenta do reino e pronto!!
Se você usar pimentões vermelhos e amarelos fica lindo e com cara de filme do Almodóvar. Com avec alho esmagado fica bão também.














Berinjelas grelhadas

Exatamente o mesmo princípio dos pimentões. Faça uns furinhos nas berinjelas com um garfo antes de levá-las ao fogo, senão elas estouram e você não quer que isso aconteça com seu fogão.
Dá certo também se você colocar as berinjelas no forno, mas eu acho que não fica tão bom. Aí você descasca as ditas, amassa tudo com um garfo e tempera a gosto. Pronto!! Sem segredo nem mistério.

Pepino com iogurte.

Para fazer em dois minutos, deixar na geladeira e ir comendo durante a semana. Fica ótimo na salada. Você pega um pepino do tipo japonês, tira a casca, rala o coitado. Aí abre um potinho de iogurte natural da sua preferência, de consistência firme. Mistura tudo, rega com azeite, tempera com a já famosa tríade: pimenta do reino, sal e mais azeite e pronto, voilá.
Aí como tinha tomates bonitos na feira, eu peguei um tanto, piquei em cubinhos, usei o tal do
azeite, do sal e da pimenta, e dá-lhe manjericão, fresco, verde e lindo. E em outro prato fiz a mesma coisa e acrescentei azeitonas pretas picadas, aí quem gosta de azeitonas, come o de azeitonas, quem não gosta, fica só nos tomates.

Depois a gente serviu um rosbife e alheiras, que é para dar sustança porque o povo bebe muitcho!!

Beijinhos a todos,
Lulu.

Ah, se você clicar em cima das fotos elas aparecem em tamanho grande e boa resolução!!

7 comentários:

  1. Deve ter sido um festival para todos os sentidos, principalmente o paladar!!

    Agora que a anfitriã retornou à capital paulista, este humilde bardo coloca-se à sua disposição para preparar o rubro daikiri (exceto nesta sexta-feira).

    Em breve lançarei um projétil submarino mensageiro para facilitar a comunicação.

    ResponderExcluir
  2. combinado! aguardo o projétil!! :)

    ResponderExcluir
  3. Bolinha mandou o detetive Aranha para esta soirée afim de manter um olho na Lulu.

    O Aranha contudo não é um personagem de livro do Dashiel Hammet e depois de 4 garrafas de Lambrusco, 4 de espumante nativo, 9 de vinho tinto entre Novo e Velho Mundo, um terço de uma de cognac de champagne, ele não tinha mais condição alguma de vigiar nada.

    Bolinha, muito desgostoso, teve que dispensar os serviços de Aranha, sem poder sequer gritar com ele direito, porque o detetive estava com uma dor de cabeça fenomenal.

    Que saudades de Sam Spade!

    ResponderExcluir
  4. Deuses! Ficou tudo lindo! O texto então! Incompreensível para esta que vos fala em vários pedaços. Esta que vos fala não sabe cozinhar nem brigadeiro. Esta que vos fala não entende como os que têm do dom de cozinhar e convidar sempre falam "regue com azeite" , "pitadas de sal", "tempere com X, Y, Z" e, mesmo assim, acertam as receitas.

    Regar são quantos ml? Defina pitadas? Quanto de tempero X, Y e Z? Ai. Nem precisa pensar em responder pq eu sei que isso é um segredo destinado aos iniciados. Já reparei.

    COntinuo querendo amassar as bolotas.

    Beijo pra Lulu e pro Equilibrista Bêbado, que não gosta da k.

    ResponderExcluir
  5. ps: k amou saber que berinjelas explodem! Que massa! Mais uma lenda urbana!

    ResponderExcluir
  6. Elas explodem mesmo K, elas fazem até POW! Juro.

    equilibrista, vc não gosta mais da K???


    Bolinha, a Lulu, no melhor estilo femme fatale de filme noir, embebeda e encanta esse povo que acha que pode ficar espiando a vida dela. hihihihihi... :)

    ResponderExcluir
  7. É algo que martela pesadamente minha consciência e meu coração saber que não apenas uma, mas duas refinadas damas acreditam que este desatatento equilibrista deixou de gostar de uma delas.

    Como essa crença não condiz com a realidade, peço que me indique(m) uma maneira de mudar essa situação.

    O deetetive Aranha precisa aprimorar sua resistência a toxinas etílicas. A melhor técnica é a exposição contínua a elas.

    ResponderExcluir