sábado, 27 de janeiro de 2007

Mitos da infância desfeitos: a princesa Leia e o Jabba

A vida passa e você descobre fatos sobre a existência que preferia que tivessem ficado ocultos de você, guardados em outras memórias, deixados de lado.
A gente cresce e de repente descobre que a música Cavalgada, do Roberto Carlos, não tem nada a ver com a saga dos pequenos pôneis...
Cresce, e percebe que por trás daquela inocente brincadeira do gato mia, no quarto escuro, havia dedos afoitos, loucos para sentir nossas carninhas.
Outro dia mesmo, a K começou a insinuar umas coisas sobre os pirulitos da turma da Mônica... mas não deixei que K continuasse, foi demais para mim.

Cresce, e descobre que, nove entre dez meninos que agora estão na faixa dos trinta, tinham (e talvez ainda tenham) um tesão absoluto pela princesa Leia. Especificamente, pela cena onde ela aparece acorrentada, de biquini, nas mãos do Jabba, The Hut. Sim, aquela cena, quando o Hans Solo está congelado ali do lado, sem poder fazer nada, e a destemida e revolucionária Princesa é escravizada e obrigada a usar um biquini dourado, coleira e algemas. Sim, aquela cena de tensão, tirania e opressão... rendeu um bilhão de punhetas.
Cada coisa que a gente descobre... E aquele ótimo filme ruim, de repente, transforma-se totalmente....

Perguntem aos seus namorados. Para mim, foi uma descoberta recente, e como sou dada a enquetes, já tenhos dados suficientes para saber que se trata de uma tara universal, o menino que viu aquele filme, sonhou com aquela cena.

Aquelas trancinhas enroladas na orelha, aquele biquini dourado, aquela princesa idealista, presa e acorrentada por um bicho babão e nojento, povoaram as fantasias dos nossos homens. Chocante. Nem tanto pela fantasia, mas... vamos combinar que a cena é de um mau gosto...
Podem perguntar, mas cuidado, senão eles se animam e acham que você tá fazendo alguma proposta. Ja pensou?

Em meio a minha pesquisa investigativa, um amigo chegou a afirmar que se tivessem feito um filme pornô baseado somente nessa cena, alguém teria ficado milionário, pois seria um clássico absoluto, desde o seu nascimento. E isso desencadeou uma longa conversa, sobre como seriam os detalhes, tudo o que poderia ter se desenrolado a partir daí ( havia vários meninos de trinta e poucos na mesa... ), os olhos brilhavam, um até chegou a babar um pouco. Nós , mulheres, olhávamos tudo, em profunda descrença.

É dura a realidade,
mais um mito de infância desfeito.

e procurando imagens na rede, minhas hipóteses somente se confirmaram. Há sites e sites, especializados somente na "Escrava Leia de biquini metálico" .

Hum... meninos... may the force be with you.
ou conosco, né meninas?

17 comentários:

  1. Bolinha foi consultar os arquivos do detetive Aranha e descobriu que isso foi até objeto de episódio do Friends, quando Ross (o nerd mór) pede para Rachel se vestir de Princesa Leia em biquíni de metal.

    ResponderExcluir
  2. * Equilibrista chocado.

    (Este inocente aventureiro não devia ter mais de 8 anos quando assistiu ao Retorno de Jedi pela primeira vez, portanto estava quase livre de alguma malícia)

    ResponderExcluir
  3. Uai, Equilibrista, eu já tinha tesão desde os 2 anos. Pq minha memória vai até dois anos. Aposto que já tinha antes.

    Sobre o post: eu vou ali botar silicone e já volto.

    Equilibrista, honey, já viu hoje minha beleza interior no Orkut? k

    ResponderExcluir
  4. (O Equilibrista, traumatizado desde seu último fora, aproxima-se trajando uma cota de malha)

    Pode ser, K. Mas é que antes dos 12 anos tem outro nome, como arrepio, por exemplo.

    Faz æons que não entro no orcute... mas agora fiquei curioso.

    ResponderExcluir
  5. Não na minha terra. Eu gozava mesmo. Passei a ficar arrepiada na adolescência. Com punk rock. Tesão era desde sempre. k - depois diz o que achou da minha beleza interior lá.

    ResponderExcluir
  6. Não sei se o detetive Bolinha descobriu o efeito do biquininho da princesa Léa no Friends ou, de fato, quando assitiu ao episódio de Star Wars. Mas eu, tal como Lulu, fiquei chocada com o efeito da princesa nos moçoilos - e isso, admito, foi o Ross quem me revelou.
    Agora fiquei curiosa. Será que os garotos de trinta e poucos (ou muitos) podiam dar continuidade à enquete da Lulu, listando mais algumas revelações cinematrográficas que destroem as memórias infantis das meninas?

    ResponderExcluir
  7. Ah, antes que eu me esqueça, nada como uma boa praga. Naquele referido episódio do Friends a Rachel se vestia de Léa, mas, por alguma razão que eu não me lembro, como o Ross sonhara com a mãe dele vestida de Léa (ou algo assim), não teve sabre de luz que funcionasse.
    Tá vendo Lulu, vingança feminina, ainda que só na televisão.

    ResponderExcluir
  8. Ahh! Doroty, agora vc tocou no ponto, o "sabre de luz" que nunca foi possuído por uma mulher, embora ela também fosse uma possível Jedi.
    Pois bem, vamos então à minha interpretação: eu nunca entendia a figura da princesa Léa, uma irmãzinha bonitinha, com tranças de Rapunzel sempre amarradinhas em torno das orelhas, mas que nunca poderiam ser lançadas janela abaixo para deixar subir o cavaleiro; uma pobre menina-rainha aprisionada no destino de comandar a proteção da humanidade porque é a única mulher. É responsabilidade demais! Então o tal cavaleiro, que nunca pôde declarar seu amor porque ela era distante fica congelado pelo monstro babão, que ao mesmo tempo rouba a princesa, tira-lhe as tranças, bota nela o biquini dourado e ela, simplesmente... abre as pernas (como vemos na foto). Não sei, desde a primeira vez que vi esta cena envolta em penumbra, a mais sexualizada de TODOS os episódios diga-se de passagem, tive a impressão de que Léa estava mesmo gostando daquilo alí. Ela não expressava asco do babão, ela não forçava as algemas para fugir. Preciso rever, mas desconfio que alí a pobre princesa Léa teve o momento mais feliz de sua vida, o momento da vingança por nunca ter sido deixada por as mãozinhas num "sabre de luz".

    ResponderExcluir
  9. Mas vale lembrar que ela mata o sapo gordo e babão com a corrente que a prendia a ele.

    E também acho que o que a impedia de manusear um sabre de luz era aquela personalidade ruinzinha que ela tinha... Só mesmo o Han pra conseguir encarar.


    K., eu vi sua beleza em preto e branco, e tenho certeza que um neurocirurgião se apaixonaria à primeira vista.

    ResponderExcluir
  10. Brigitte,
    de fato, há ai o problema da pureza X realização SM da princesa Léa, porém devemos lembrar uma outra questão, quem manipula o sabre, não pega mulher - pelo menos não deveria, veja lá o que aconteceu com o Anakin! Se o sabre não for conspurcado, o moço fica do lado BOM da força, caso contrário, lá se vai o rapazola para o lado negro.
    Por fim, uma dúvida final, o que significa aquela figura "demoníaca" do Darth Maul com um sabre duplo, em suma, um baita de um sabre que ninguém mais tem???

    ResponderExcluir
  11. HAHAHAHAHHAHAHA!!!!!!

    definitivamente, o sofá é o que há de melhor no Diário da lulu.

    E... Brigitte, te achei uma gênia!!!!


    E Dorothy... é fato. quem manipula o sabre, não pega mulher. Que coisa!!

    ResponderExcluir
  12. Equilibrista, mesmo meu célebro sendo torto? Vc acha? Eu ainda acho que especialistas iam perceber logo. k

    ResponderExcluir
  13. Lulu, estou rolando de rir. Tenho um namorado nerd, sei bem do que você tá falando.

    ResponderExcluir
  14. Estou na casa dos 20 ainda, mas faço volume aos da casa dos trinta [:)]

    Tow indo ali alugar esse filme pra relembrar

    ResponderExcluir
  15. Tem um episódio do Friends que brinca com esse tema. Otimo...rsrs.

    ResponderExcluir
  16. você acabou de tirar mais um pouco de minha inocencia infantil... Poxa, nunca que eu ia imaginar que no gato e fosse existir alguma malicia... Estou completamente chocada! Isso porque mesmo após passar minha infancia, quando não tenho nada o que fazer com meus amigos (incluindo jovens meninos que sonham com a princesa Léia) brincamos de gato mia, nunca mais também!

    ResponderExcluir
  17. Meu Deus... Vc brinca de gato mia até hoje??? Não me diga que ainda sente cosquinha também!!! Hahaha...

    ResponderExcluir